ONU pede conexão com o planeta

Tamanho da letra A+A-
ONU pede conexão com o planeta

O tema deste ano do Dia Mundial do Meio Ambiente é “Conectando pessoas à natureza”, e tem como objetivo enfatizar os benefícios para a saúde física e mental de estar em meio à natureza. As Nações Unidas lembram os vastos benefícios de tal engajamento, da segurança alimentar a uma melhor saúde, além de um suprimento adequado de água e estabilidade climática.

“Este é nosso meio ambiente. É a chave para um futuro sustentável. Sem um meio ambiente saudável, não poderemos acabar com a pobreza ou construir prosperidade”, disse o secretário-geral da ONU, António Guterres, em mensagem de vídeo para o dia.

O tema deste ano do Dia Mundial do Meio Ambiente é “Conectando pessoas à natureza”, e tem como objetivo enfatizar os benefícios para a saúde física e mental de estar em meio à natureza. As Nações Unidas também lembram os vastos benefícios de tal engajamento, da segurança alimentar a uma melhor saúde, além de um suprimento adequado de água e estabilidade climática.

“Este é nosso meio ambiente. É a chave para um futuro sustentável. Sem um meio ambiente saudável, não poderemos acabar com a pobreza ou construir prosperidade”, disse o secretário-geral da ONU, António Guterres, em mensagem de vídeo para o dia.

Citando as terras, os oceanos, as florestas e o “ar que respiramos”, o chefe da ONU reafirmou que todos têm um papel na “proteção de nossa única casa”, incluindo usar menos plástico, dirigir menos, desperdiçar menos comida e “ensinar cada um a se importar”.

“No Dia Mundial do Meio Ambiente — e todos os dias — vamos nos reconectar com a natureza. Vamos valorizar o planeta que nos protege”, disse Guterres.

O Dia Mundial do Meio Ambiente é a mais importante data para ações ambientais positivas. Este ano, as principais celebrações ocorrem no Canadá. A ONU Meio Ambiente afirma que milhares de pessoas em seis continentes estão se unindo para enormes limpezas em praias e parques, países estão protegendo 1,6 mil quilômetros quadrados de terras, e mais de 30 locais icônicos, incluindo o Empire State Building (Nova York), o Cristo Redentor (Rio de Janeiro) e a Niagara Falls (Canadá) serão iluminados de verde.

A edição deste ano coincide com a abertura na sede da ONU em Nova York da Conferência sobre os Oceanos, a primeira cúpula global para a conservação e o uso sustentável dos oceanos, mares e recursos marinhos para o desenvolvimento sustentável. Os governos de Fiji e da Suécia estão coordenando a conferência.

A Agenda 2030 prevê “garantir a duradoura proteção do planeta e de seus recursos naturais”, particularmente os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) número 14 e 15, que focam, respectivamente, na conservação e na sustentabilidade dos oceanos, mares e recursos marinhos e na proteção, restauração e promoção do uso sustentável de ecossistemas terrestres.

“Toda nossa vida moderna, com arranha-céus e smartphones, existem sobre a delicada base dos sistemas naturais”, disse o diretor-executivo da ONU Meio Ambiente, Erik Solheim, em declarações para a data. “Hoje, essas bases estão em risco, minadas pelas mudanças climáticas provocadas pelo homem, pelo desmatamento e extinções. Nenhuma tecnologia vai nos salvar se destruirmos e poluirmos nossa força vital”.

Em linha com o tema do dia, a diretora-geral da UNESCO, Irina Bokova, convidou todos a reservar tempo para visitar locais protegidos — incluindo Reservas da Biosfera e Patrimônios Mundiais — que frequentemente abrigam recursos hídricos importantes.

“Todos esses lugares empregam população local e têm suas portas abertas ao público, porque sabemos agora que esse é o caminho mais seguro para um desenvolvimento mais inclusivo e sustentável, respeitando as fronteiras do planeta”, disse Irina, pedindo que mulheres e homens do mundo todo a “conectar com a natureza em volta deles que dá beleza, significado e harmonia às nossas vidas”.

Seja um voluntário
Um exemplo
Calculadora Verde

Informativo

Assine e receba novidades em seu email.

E-mail inválido